01/08/2017

Segundo dia do Seminário A Voz do Campo inicia com palestra sobre os diagnósticos climáticos para os próximos 10 anos

Iniciou hoje, o segundo dia do IV Seminário A Voz do Campo, no hotel Wish Serrano em Gramado/RS. O primeiro palestrante ao subir no palco do evento, foi o professor e pesquisador, Luiz Carlos Molion, que ministrou a palestra sobre “Os diagnósticos e perspectivas de clima para os próximos 10 anos”.

A palestra do professor e pesquisador contou com conhecimentos técnicos e dados precisos sobre o cenário climático dos próximos 10 anos, além disso, Molion comentou sobre os modelos climáticos existentes e afirmou, que a principal tendência para o futuro é justamente os modelos globais.

Molion compartilhou com os participantes do seminário, diversas pesquisas climáticas, alertando principalmente, sobre uma pesquisa realizada em 2015, revelando que a temperatura do clima iria ser de 0,8ºC acima da media existente, reafirmando a relevância de pesquisas sobre esse tema. Além disso, o professor explanou sobre as previsões por similaridade, comentando que “o uso de similaridade entre estados ou regimes climáticos, combinados com métodos estatísticos estocásticos e estudos diagnósticos, podem apresentar índices de acerto melhores, como por exemplo, o El niño/La Niña.”

Finalizando sua explanação, Calos Molion, comentou que por similaridade a 1998-2001, as chuvas poderão ficar abaixo da média em 2017 (2ºsemestre=10% a 20%), em 2018 (-15%) e em 2019 (-10%) e que “devido ao aumento populacional, a conservação ambiental é uma necessidade de sobrevivência da espécie humana, independente do clima aquecer ou resfriar.”