01/08/2017

Professor da Unicruz foi o segundo palestrante nesta terça-feira a subir no palco do IV Seminário A Voz do Campo

O IV Seminário A Voz do Campo, reuniu centenas de pessoas, em Gramado/RS, para discutirem sobre o processo de evolução e constante mudança no cenário agrícola do País. Para manter a qualidade das palestras do primeiro dia, importantes nomes do segmento agrícola, econômico e político, compartilham suas experiências profissionais, nesta terça-feira (01).

 O engenheiro agrônomo e professor da Universidade de Cruz Alta, Mario Antônio Bianchi, ministrou a palestra sobre “Resistência a plantas daninhas, evolução e controle de plantas daninhas resistente a herbicidas”, com a mediação do Gerente de Desenvolvimento de Tecnologia da Monsanto, Marcos Puhlmann.

Durante a palestra, Mario, fez um alerta ore o aumento expressivo de casos de resistência no mundo e no Brasil, assim como o uso indiscriminado, abusivo, sem crédito técnico e sem planejamento dos herbicidas, tem prazo de validade.

Mario Bainchi, marcou sua palestra ao dar dicas aos participantes, no entanto, afirmando que não existe uma “receita de bolo”, que tudo precisa de planejamento, e que isto, gasta apenas “tempo, borracha e papel”.

“É preciso mudar, romper barreiras. É necessário PLANEJAR o uso de herbicidas e considera-los como um dos métodos que fazem parte do manejo integrado de plantas daninhas e não como único método de controle.”- argumentou.