08/08/2017

IV Seminário A Voz do Campo reúne mais de mil pessoas em Gramado

-AGRO, A LOCOMOTIVA DO PROGRESSO-

O Programa A Voz do Campo, promoveu entre os dias 31 de julho e 02 de agosto, em Gramado/RS, o “IV Seminário a Voz do Campo”. O evento teve como tema principal “Agro, a locomotiva do progresso” e reuniu mais de mil pessoas por dia, no Hotel Wish Serrano.

Foram três dias de palestras, informações técnicas, debates, relacionamento e projeções de mercado. No primeiro dia de evento, foram mais de 1200 pessoas, assistindo a programação, que contou com a participação do Deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ), Werner Santos, Lorenzo Mattioni, entre outros grandes nomes do setor agrícola, além disso, a noite encerrou com um happy hour, com o cantor Walter Morais.

Já no segundo dia do Seminário, foi a vez do procurador da Operação Lava Jato, Dr.Carlos Fernando de Lima, ministrar sua palestra, levando os resultados e as perspectivas da política, além de Maílson da Nóbrega, Mário Bianchi, João Dantas e tantos outros palestrantes que levaram ao público informações de suma relevância para o desenvolvimento do agronegócio. Durante a noite, os participantes foram convidados a participar de um happy hour, com o cantor Dante Ramon Ledesma.

E o último dia do evento, foi marcado por um painel sobre sucessão familiar, com Jiro Nishimura e Ciloter Iribarrem, com mediação de Valdir Bündchen, que emocionaram os participantes, ao contar sobre os cases de suas empresas. Para finalizar o IV Seminário A Voz do Campo, o palestrante Dado Schneider, divertiu o público com uma palestra dinâmica, fazendo a relação entre cooperar, compartilhar e fazer na atualidade.

O IV Seminário A Voz do Campo, contou com a participação de empresários, agricultores, empresas parceiras, pesquisadores e universitários.

 SOBRE A VOZ DO CAMPO

Desde 2008, a Voz do Campo, se consolidou como um importante meio de comunicação entre o produtor rural e a comunidade, levando informações relevantes sobre as questões que norteiam o agronegócio no País. Atualmente, a Voz do Campo está presente em nove Estados, sendo eles: Rio Grande do Sul, São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Roraima, Piauí, Bahia, Paraná e Mato Grosso do Sul.

O programa foi idealizado, a partir da vontade de um agricultor em comunicar-se com a sociedade, podendo mostrar a realidade do campo, e, juntamente com um profissional em busca de uma oportunidade, decidem criar um canal de comunicação voltado para o agronegócio (como jamais havia existido). O produtor rural do município de Capão do Cipó, Alcides Meneghini e o radialista de Santiago, Marcelo Brum, criam o programa “A Voz do Campo, a rádio do campo para a cidade.”

Na caminhada da Voz do Campo, outros parceiros foram juntando-se, a fim de contribuir para o crescimento do programa: Antônio Carlos Malheiros, Sandro Cardinal, Omar Wenning e Alexandre Peixoto Foster. A partir daí, surgem novas parcerias, expandindo-se para os municípios de Panambi e Condor e cada vez mais, outros parceiros uniam-se, como Valdecir Sovernigo, Alexandre Van Ass, Barroso, Edson Schaffer e Epitácio Barzotto. Assim, era notória a visibilidade que A Voz do Campo estava conquistando.

O programa A Voz do Campo passou a ser referência pela ousadia de um grupo de pessoas que decidiu sair da zona de conforto e levar até a sociedade, as dificuldades da vida no campo. No entanto, muito mais do que isso, o programa, discute o futuro do agronegócio na região e no País. IV Seminário A Voz do Campo reúne mais de mil pessoas em Gramado