16/10/2018

Setor produtivo faz levantamento de defensivos agrícolas para pequenas culturas

Categoria de hortifrútis é a que mais sofre com a falta de produtos específicos para controle de pragas e doenças

A Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp) informa, em nota, que está levantando, junto aos sindicatos rurais do estado, informações sobre os defensivos agrícolas que são usados pelos produtores nas pequenas culturas [especialmente hortifrútis], consideradas Culturas com Suporte Fitossanitário Insuficiente (CSFI).

 

A entidade compartilhou com agentes do setor agrícola orientações para estudo, análise e eventual indicação de demandas com o objetivo de identificar a cultura, o alvo biológico controlado e o defensivo (marca comercial) comumente utilizado pelos produtores.

 

A federação lembra que a Instrução Normativa Conjunta - INC nº 01/14 permite extrapolar para as pequenas culturas, o limite máximo de resíduo de defensivos agrícolas estabelecido atualmente para culturas representativas, desde que estas pertençam ao mesmo grupo e subgrupo.

 

O objetivo desse agrupamento é diminuir custos de registro, sem aumentar os riscos para a saúde da população e trabalhadores envolvidos na manipulação de defensivos. Os dados enviados à entidade servirão para dar andamento no processo de registro e extensão de uso junto aos órgãos competentes.

 

Fonte: uagro.com.br