01/03/2019

Habilitação de frigoríficos brasileiros mostra confiança da Coreia do Sul

Segundo o Ministério da Agricultura, mais nove frigoríficos exportadores de carne de frango e suína vão poder embarcar o produto

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, comemorou a habilitação de nove frigoríficos exportadores de aves e de suínos para embarques à Coreia do Sul.  As habilitações foram confirmadas pelo Ministério da Agricultura.

 

“A Coreia do Sul é um dos mercados mais pujantes entre os importadores da proteína animal do Brasil. Os números indicam um movimento ascendente nas exportações para aquele destino, o que se confirma com a habilitação das novas plantas, uma conquista para o Brasil.  É um importante sinal de confiança estabelecida com o setor de proteína animal brasileiro, consequência, também, dos grandes esforços empenhados pela ABPA neste processo”, destaca.

Segundo o ministério, foram habilitadas cinco novas plantas frigoríficas de carne suína e quatro plantas de carne de aves.  Com estas unidades, o Brasil detém hoje 35 estabelecimentos de aves e de suínos exportando para a Coreia do Sul. Os sul-coreanos abriram recentemente seu mercado para a carne suína brasileira, com a habilitação à época de quatro unidades brasileiras.

Em 2018, a Coreia do Sul importou 113,1 mil toneladas de frango, volume 27,2% superior ao mesmo período do ano passado.  Atualmente o país é o novo maior importador do produto brasileiro. Já de carne suína, foram importadas 1,6 mil toneladas no mesmo período.

 

 

Fonte: Canal Rural